15 de jan de 2009

Remédio Antigo, uso novo

Matéria publicada em: janeiro/2009




Eritropoetina (EPO):
Injeções de EPO são prescritas para tratar anemia e comprovadamente melhoram a função cerebral de pessoas com Esquizofrenia e Esclerose Múltipla.
Um estudo com camundongos sugere que ela consegue melhorar o desempenho até de cérebros normais graças à influência nos neurônios e não por curar a anemia.

Rebeprazol e Donezepil:
Em testes de laboratório, pesquisadores descobriram que o Rabeprazol (prescrito para úlceras pépticas) é bom para pacientes com depressão, enxaqueca e doença de Parkinson, enquanto o Donezepil (prescrito para doença de Alzheimer) pode aliviar a depressão.
Fonte: Revista Seleções - Edição Janeiro/2009


Informações Complementares:
A Eritropoetina Humana Recombinante Injetável (EPO) é utilizada como estimulante da eritropoiese, sendo portanto um produto antianêmico indicada para tratamento de anemia em pacientes com insuficiência renal e que se submetem ao regime de diálises. Também é indicada no tratamento de anemia associado ao câncer e utilização de quimioterápicos (nefrotóxicos ou mielossupressor), anemia em portador de AIDS submetido ao AZT, em procedimentos pré e perioperatórios, em doenças crônico-degenerativas (artrite-reumatóide).

Nenhum comentário:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger