30 de ago de 2011

Esclerose múltipla: novo remédio é liberado




Um novo remédio, aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), pode retardar a evolução da doença. 
Mas os remédios garantem apenas uma parte da qualidade de vida de um paciente de Esclerose Múltipla.

Ela atinge principalmente jovens entre 20 e 30 anos, não tem cura, e compromete a fala, a visão e os movimentos do corpo. 
Assim é a Esclerose Múltipla, que afeta mais de 30 mil pessoas no Brasil.

A Esclerose Múltipla é tratada basicamente com injeções que ajudam a controlar as manifestações da doença. 
Um novo medicamento em forma de comprimido deve estar disponível no mercado brasileiro até o fim do ano.


Fonte: http://www.band.com.br/jornaldaband/conteudo.asp?ID=100000452823

Nenhum comentário:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger