1 de jun de 2012

VIVER COM ESCLEROSE

Viver com esclerose
Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo


Problemas com diagnóstico e falta de apoio aos portadores de Esclerose Múltipla levaram o empresário e portador da patologia, Antônio Carlos Lopes, 61 anos, a formar uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) há pouco mais de dois meses. 
A Eko, que em Tupi-Guarani significa vida feliz, pretende levar o bem-estar para quem vem lutando com a doença neurológica crônica. 
Atualmente, ele tem mil portadores cadastrados em toda a Grande Curitiba. Mas o número é muito maior, segundo ele, com a prevalência em 80% de mulheres, dos 14 aos 45 anos. 
Lopes mesmo só conseguiu descobrir que fazia parte do time há 12 anos.

O que você pretende com a criação da Oscip?

Depois de anos à espera de diagnóstico, de passar por 12 especialistas e acumular seis quilos de exames, cheguei à conclusão de que a criação de uma entidade era o único caminho para alertar a população sobre a Esclerose Múltipla e ajudar aos portadores. Com a construção da sede, pretendemos oferecer serviços médicos e sociais para os pacientes que sofrem com a doença e sofrem pelo desconhecimento da sociedade.

Serviço: Mais informações pelo telefone (41) 3079-6633.


Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/servicos/conteudo.phtml?tl=1&id=1259138&tit=Cameras-demais#.T8I8FseXLZg.facebook

Nenhum comentário:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger